Moldura: CULTURA ALPINA
 
                                 
 
 
         
         
         
         
         
         
 
 
 
  VIDA ALPINA  
   
 
       Por habitarem na região da planura, próxima a região collinari (das colinas) na região dos Alpes italianos, os Vaccaros de Baldaria de Cologna Veneta como também os Samogins de Susegana de Treviso, tiveram a vida fortemente marcada pelos costumes alpinos.    
     
     
     
     
       O Leonel (Nelo), contava que o nono Arcádio andava por ali vendendo queijo (formaggio) sempre na compania de uma burrica, (mula), conforme costumes alpinos.           (Ver relato no texto abaixo, de autoria do Gruppo Udine e dintorni).     
     
     
     
       A mochila com polenta dura, também era uma necessidade. Queijo e polenta era uma forma prática de se alimentarem quando trabalhando no campo ou em viagem.  
   
       A polenta dura alcançou, pelo menos até a segunda geração. Era feita em um panela de ferro, que deixava no fundo uma casca aderida. Para as crianças, aquela casca era um prato a parte.  
   
       Em casa, a polenta dura era uma comida quase que diária. As vezes no jantar, mas principalmente no café da manhã, comia-se polenta com leite. Colocava-se a polenta dura, em pedaços em uma tigela e cobria-se com leite. Era um prato e tanto.  
   
   
     
  Walter Vacario  
                                   
  Canzioni Alpini   Canções Alpinas
   
  Gruppo Udine e dintorni  
  Italiano   Português  
       Un tempo tutti i figli delle Alpi erano Alpini e nella dura vita di montagna o in guerra avevano per compagni oltre ai muli, agli scarponi, allo zaino con dentro un po' di polenta dura, formaggio e una bottiglia di vino, anche le loro canzoni.        Houve um tempo no qual todos os filhos dos Alpes eram Alpinos e na dura vida das montanhas ou na guerra, tinham por compania alem dos mulos, suas botinas, uma mochila contendo um pouco de polenta dura, queijo e uma garrafa de vinho, e também as suas canções.  
     
     
     
     
     
         
       Canzoni fatte di parole semplici ma immediate che rispecchiano il carattere ed il realismo di quella gente. I testi riportano emozioni forti ma contenute, provate per quello che conta nella vita: la casa, l'amore, la gioia, i compagni, la natura, la fatica, la sofferenza, la morte, raccontate a volte con un po' di fatalismo, a volte con lieve ironia, ma sempre con dignità.        Canções feitas de palavras simples mas diretas, que refletiam o caráter e o realismo daquela gente. Os textos relatam emoção forte, mas contida, aplicada naquilo que conta na vida: A casa, o amor, a felicidade, os companheiros, a natureza, a fadiga, o sofrimento, a morte, contada as vezes com um pouco de fatalismo e as vezes com leve ironia, mas sempre com dignidade.  
     
     
     
     
     
     
         
       I canti valdostani e piemontesi sono più solenni perché più imponenti le loro montagne, quelli lombardi,trentini e veneti più fantasiosi e vari mentre in quelli friulani si alternano l'allegria e la malinconia tipiche dell' anima di questa terra e in quelli abruzzesi rivive il fascino dei canti antichi.        Os cantos valdostanes (valdostani = do Valle D'Aosta) e piemonteses (da região do piemonte) são mais solenes porque suas montanhas são mais imponentes. Os lombardos, trentinos e venetos mais fantasiosos e variados, enquanto os friulanos se alternam entre a alegria e a melancolia (saudade) típica da alma desta terra e nos abruzzesi (do Abruzzo - Região da Italia central) revivem o fascínio dos cantos antigos.    
     
     
     
     
     
   
   
     
     Cantare era in quel tempo una delle poche consolazioni per la gente che lo faceva spontaneamente, insieme durante il lavoro, magari per chiudere in letizia una giornata o ai pranzi di nozze e alla domenica in osteria davanti ad un litro di vino, in allegra compagnia per dimenticare una settimana di fatiche.        Cantar era naquele tempo uma das poucas consolações para as pessoas, o que era feito espontaneamente, juntos durante o trabalho, quem dera, por concluir com felicidade uma jornada ou aos almoços de bodas, e aos domingos, na taberna (botequim) diante de um litro de vinho, em alegre compania para esquecer uma semana de fadigas.  
     
     
     
     
     
       
         
       Sono così nate ballate, canzoni nostalgiche, d'amore, di guerra, di emigrazione, dal genuino umore popolare che danno la perfetta corrispondenza tra il carattere del canto e l'ambiente ed il sentimento che lo hanno creato.        São assim que nascem as baladas(tipo de canção local, com sentido totalmente diverso do hoje aplicado), canções nostálgicas, de amor, de guerra, de emigração, de genuíno humor popular que fazem a perfeita correspondência entre o caráter do canto com o ambiente, com também com o sentimento que o criaram.  
     
     
     
       
       
         
       Ascoltando qualche gruppo corale che ce le ripropone, oltre alla musicalità, seguiamo con attenzione anche le parole con la loro grande forza evocativa. In questo periodo di incertezze dove tutto viene rivisto e fiumi di immagini e parole inutili ci sommergono, riflettiamo su questi testi che ci possono ancora comunicare qualcosa.        Escutando a apresentação de qualquer grupo coral, além da musicalidade, sigamos com atenção também as palavras com a sua grande força evocativa. Neste período de incertezas onde tudo vem se repetindo, e rios de imagens e palavras inúteis nos submergem, vamos refletir sobre estes textos que nos possam ainda comunicar alguma coisa.  
     
     
     
     
     
       
 
  Gruppo Udine e dintorni   Tradução: Pr. Walter Vacario  
         
  Ouça músicas Alpinas do site L'Italia in Brasile, do Giuseppe Ulivi  
  Não se trata de Hit Parade (Parada de Sucessos) mas era o canto dos nossos antepassados italianos.  
  (Músicas disponibilizadas apenas para fins culturais e históricos)  
 
 
   
   
   
   
 
  A estrela alpina  
   
 
 
     
         
  STELLA ALPINA   ESTRELA ALPINA  
     
     
 
A Estrela Alpina, cantada em várias canções alpinas, é, uma flôr nativa das regiões montanhosas.
 
   
         
         
         
         
         
         
         
         
         
  Italiano   Português  
  Nome scientifico Leontopodium alpinum, della famiglia delle Composite.   Nome científico: Leontopodium alpinum, da familia das Compositas    
       
         
  È una pianta alta da 5 a 20 cm, con una rosetta di foglie basali da cui si dipartono uno o più fusti fittamente pelosi. Cresce sui pendii di prati sassosi tra i 1700 e i 3400 metri di altitudine. Durante l’era glaciale, la pianta è giunta in Europa dalle steppe Siberiane.   É uma planta com a altura de 5 a 20 cm, com uma roseta de folhas de base das quais saem um ou mais pétalas densamente peludas.  
     
     
    Cresce nas encostas dos prados pedregosos entre 1.700 e 3.400 metros de altitude. Durante a era glacial, a planta veio para a Europa das estepes siberianas.  
     
       
                                   
         
  Varie leggende sona legate alla Stella Alpina.   Várias lendas são atribuídas a Estrela Alpina.  
                                   
  LA LEGENDA DA'LLA STELLA COMETA   A LENDA DA ESTRELA GUIA  
  Una leggenda narra che, la Stella Cometa, dopo aver guidato i Re Magi, voleva trovare un posto dove posarsi. Vagò ovunque alla ricerca di un luogo adatto, ma nessuno era così affascinante da spingerla a scendere. Un giorno, guardando in basso, vide degli incantevoli prati fioriti e stupendi laghi con acqua trasparente; incantata da cotanta bellezza, scese, si posò su una roccia, si ricoprì di una bianca peluria che sembrava una pelliccia adatta a ripararla dal freddo e affondò le radici nella terra, per mai più toglierle. Da quel giorno, la Stella Cometa, fu la Stella Alpina.   Há uma lenda que narra que a Estrela de Belem, depois de ter guiado os reis magos, queria encontrar um lugar onde repousar. Vagou por toda a parte a procura de um lugar apropriado, mas nenhum era assim fascinante que a impelisse a descer. Um dia, olhando para baixo, viu os encantáveis prados floridos com estupendos lagos de aguas transparentes; Encantada com tanta beleza, desceu, e pousou-se sobre uma pedra, cobriu-se de uma branca penugem (ou pelos) que parecia uma pelúcia apropriada para abrigá-la do frio e fincou as raizes na terra, para nunca mais sair. Daquele dia em diante, a Estrela de Belem ficou sendo a Estrela Alpina.   
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
       
                                   
  LA FANCIULLA INNAMORATA   A GAROTA ENAMORADA  
  In un altro racconto popolare narrato dai montanari del Cervino, si dice che una fanciulla della valle aveva sposato un montanaro, che amava alla follia la montagna. Il ragazzo, andava spesso sulle alture per raccogliere dei Ginepri con i quali faceva l’omonimo liquore e per dare la caccia alle marmotte che rivendeva giù in paese per mantenere la sua famiglia. Un giorno, il giovane partì per la montagna come sempre, ma non fece mai più ritorno.   Um outro conto popular narrado pelos montanheses do Cervino (Região do monte Cervino), diz-se que uma menina do vale tinha se casado com um montanhes, que amava loucamente a montanha. O rapaz, andava constantemente sobre os montes para recolher as bagas de zimbro(*1), com os quais fazia o licor de zimbro, e para caçar marmotas as quais vendia nas cercanias para manter a sua familia. Um dia, o jovem partiu para a montanha como sempre, mas nunca mais retornou.  
     
     
     
     
     
     
     
       
       
     
  La fanciulla, innamoratissima e distrutta dal dolore, dopo tre giorni partì verso il ghiacciaio alla ricerca di suo marito. Lo cercò ovunque, fin quando lo trovò morto tra due lastre di ghiaccio; nello scorgere la triste verità, la ragazza disperatissima sedette su una roccia, pianse e si lamentò per tutta la notte. All’alba, i suoi capelli e le sue ciglia,erano coperti da un velo di brina, come una peluria argentea.    A menina, apaixonadíssima e consumida de dor, depois de três dias partiu para as geleiras a procura de seu marido. O procurou por toda a parte, até quando o encontrou morto, entre duas pranchas (lajes) de gêlo (dentro de um bloco de gêlo); Não aceitando a triste verdade, a moça desesperadíssima sentou-se sobre uma pedra, chorou e se lamentou por toda a noite. De manhã, os seus cabelos e as suas sombrancelhas (cilios), estavam cobertos de um veu de orvalho (geada), como uma pelugem prateada.  
     
     
     
     
     
     
     
       
   
     
  “Signore”, disse la giovane sposa alzando gli occhi al cielo, "Io non ho il coraggio di staccarmi da mio marito, lasciatemi qui, sulla balza di questa rupe, perché io possa vederlo sempre nel suo letto eterno di ghiaccio”. Dio, ebbe pietà della fanciulla e la trasformò nel fiore più bello e caratteristico delle Alpi, la Stella Alpina.   "Senhor", disse a jovem esposa levantando os olhos para o céu, "Eu não tenho a coragem de separar-me do meu marido, Deixa-me ficar aqui, ao pé deste penhasco, para que eu possa ve-lo sempre no seu leito eterno de gêlo". Deus, teve piedade da menina e a transformou na flor mais bela e caracteristica dos Alpes. A Estrela Alpina.  
     
     
     
     
     
     
                                   
  LA FANCIULLA NOBILE   A GAROTA NOBRE  
  Una leggenda Svizzera, narra che la Stella Alpina, fu una fanciulla bellissima, pura e nobile d’animo ma non incontrò mai un uomo degno di averla in sposa e morì zitella. Il suo corpo, venne trasportato sulla vetta di una montagna e trasformata in un fiore che nasce in un luogo inavvicinabile agli uomini.   Uma lenda suiça narra que a Estrela Alpina foi uma menina belíssima, pura e de alma nobre, que não encontrou nunca um homem digno de tê-la por esposa, e morreu solteira. O seu corpo fora transportado sobre o cume de uma montanha e transformada e um flor que nasce e um lugar de dificil acesso aos homens.  
     
     
     
     
     
     
  Questo fiore è simbolo di coraggio per via dello sprezzo del pericolo che talvolta esso richiede per essere raccolto sulle rocce.   Esta flôr é simbolo de coragem através do desprezo ao perigo que ás vezes se requer para colhê-la sobre os penhascos.  
     
     
       
         
  Algmas canções alpinas que mencionam a flor Estrela Alpina.    
             
 
 
         
             
                                   
 
 
 
 
 
 
Moldura: Topo